Ir ao conteúdo

Confira a Entrevista com Izaias Carneiro sobre a Conferência Somos Um

 

  1. Como surgiu a inspiração de fazer a Conferência Somos Um?

 

Nasci em um uma família evangélica e conheci a Igreja Católica aos 10 anos de idade. Tive uma referência muito forte de músicos, tanto meu avô quanto meu pai eram regentes de coro em suas igrejas. Por isso desenvolvi minha vida ministerial a serviço do reino no louvor e na adoração.

Em nossa comunidade Coração Novo, vivemos já há 15 anos esta realidade que o Papa Francisco chama de ecumenismo espiritual. Percebemos que este viés ecumênico tem como um de seus sustentos o fato de os cristãos de diferentes denominações se encontrarem e orarem juntos através do louvor e da adoração.

Recentemente esta visão foi ficando mais clara e entendemos que as lideranças de louvor, evangélicas e católicas, tinham muito a colaborar com o caminho da unidade do Corpo de Cristo.

Conversando com o Pr. Asaph Borba e o Pr. Bene Gomes, eles disseram ter a mesma visão, então resolvemos investir neste foco.

Há 6 anos nos encontramos para o Congresso de Avivamento SOMOS UM e neste ano nasce a 1a Conferência Internacional de Louvor e Adoração SOMOS UM.

  1. Qual o principal objetivo deste evento? Que contribuições você acredita que ele traz para a Igreja?

 

Reunir irmãos que crêem em Jesus como seu único Senhor e Salvador para testemunhar aquilo que o próprio Jesus ensinou, o Amor. Este é nosso objetivo. Anunciar ao mundo que a guerra acabou e que somos irmãos, embora com nossas diferenças e convicções a respeito de nossas identidades eclesiais.

O Evangelho anunciado a partir de uma atmosfera de unidade é crível. Jesus orou dizendo em João 17: “Para que vendo (que eles são um) o mundo creia que tu me enviaste.

Este ano a Igreja nos convida a fazer memória dos 500 anos da Reforma Protestante iniciada por Lutero em 1517. Esta será também uma oportunidade para junto com os irmãos pedirmos perdão pedirmos perdão e darmos o perdão pelos equívocos deste caminho, mas também agradecer a Deus pelo amadurecimento que fomos capazes de viver. Também celebramos os 50 anos da Renovação Carismática Católica e vamos fazer deste tempo uma grande oportunidade para celebrar a data.

A sociedade não crê e não se converte ao nome de Jesus porque nós, os cristãos, não o testemunhamos como Senhor de nossas vidas, ao contrário queremos somente convencer sobre o quanto nossas religiões são mais certas. Momentos de comunhão como este tornam nossa Evangelização mais eficaz. Está é a grande contribuição.

 

  1. Sabemos que o tema “Ecumenismo” e “unidade dos cristãos” é delicado. Vivemos em uma sociedade em que ser tolerante está cada vez mais difícil. Você sente resistência das pessoas em relação a este trabalho?

 

Há sim muitas resistências, mas nosso foco não está nisso. Temos consciência dos desafios, mas clareza do chamado e certeza de que esta é uma estrada sem retorno. A Igreja caminha para a unidade porque o Corpo de Cristo é UM.

 

  1. Quais são suas expectativas para este evento? 

 

Que seja um tempo fecundo de fortalecimento de vínculos de amizade e fraternidade e que através dele muitas pessoas sejam tocadas para viverem a mesma experiência em suas casas.

Aproximadamente 1000 pessoas deverão vir para este evento, serão pelo menos 1000 famílias alcançadas.

 

  1. Qual mensagem você gostaria de deixar para as pessoas que estão interessadas em participar deste evento?

 

Se em seu coração arde o desejo sincero de que a mensagem de Jesus seja creditada, e se você acredita que a unidade dos cristãos é um caminho para isso, venha fazer conosco a experiência de louvar a Deus juntos para saber comunicar esta graça também na sua família e entre os seus amigos. Faça todo o esforço possível para estar conosco, quem entra no caminho da Unidade encontra muitos desafios, mas a vitória é certa porque o Corpo de Cristo é apenas UM.

 

Leave a Comment

You can use these HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>