DATA DO EVENTO:

De 06 a 09 de setembro acontece a II Conferência Internacional Ecumênica de Louvor e Adoração Somos Um. É uma iniciativa cristã de irmãos católicos em parceria com irmãos evangélicos de diferentes denominações do Brasil e de outros países. São líderes cristãos que têm dedicado suas vidas ao serviço da unidade do Corpo de Cristo e ajudado a restaurar a comunhão possível na Igreja, até que cheguemos à comunhão plena.

Algumas considerações a respeito da conferência:

A Conferência Somos Um é uma iniciativa católica de perspectiva ecumênica; (Ut Unum Sint 8).

A Conferência é de “louvor e adoração”, porque esse é o fundamento da existência humana: “Fomos criados para o louvor da sua glória” e nisso já somos um; (Ef. 1,11).

A Conferência é internacional já que deseja inserir os cristãos do Brasil no caminho profético e espiritual que acontece pelo mundo, mas ao mesmo tempo compartilhar com os irmãos de outros países os passos que as Igrejas do Brasil têm dado.

A Conferência é ecumênica, pois reúne os irmãos e irmãs que reconhecem que Jesus Cristo é o Verbo do Pai Encarnado, é o Senhor, o filho de Deus que veio para salvar a humanidade; que aderiram ao Batismo em nome da Trindade e creem no poder transformador de sua Palavra, além de desejarem fortalecer os laços de amizade e comunhão fraterna; (Ut Unum Sint 7).

A Conferência proclama e celebra o fato de buscarmos e vivermos a unidade possível de forma plena, até que um dia cheguemos à plenitude da unidade; (Ut Unum Sint 12).

A Conferência é uma promoção da Comunidade Coração Novo, em comunhão com as diversas instituições ou líderes de denominação cristã mencionados ao final do texto.

A Conferência pode favorecer o nascimento de outras iniciativas no caminho da unidade do Corpo de Cristo, através do encontro entre os irmãos.

Os irmãos que participam na elaboração da Conferência poderão colaborar e incentivar o surgimento de outras iniciativas desse tipo e isso não faz da Conferência uma instância de governo sobre as mesmas

A Conferência Somos Um não é uma instância de diálogo oficial das instituições religiosas e sim um espaço fraterno de encontro para a experiência do louvor e da adoração a Deus, o ecumenismo espiritual.

A Conferência deve favorecer o encontro e a participação de todos os tipos de experiências cristãs que desejarem fazer parte do encontro e que buscam a unidade do Corpo de Cristo.

A Conferência é um espaço de escuta, tanto dessas diversas experiências, quanto do Deus que fala através delas. Isso é importante para reconhecer seu valor espiritual e histórico.

A Conferência está aberta às pessoas, cristãs ou não, que desejam fazer ou conhecer o caminho de unidade do Corpo de Cristo, que já é empreendido por tantos cristãos.

A Conferência é um espaço de escuta, tanto dessas diversas experiências, quanto do Deus que fala através delas. Isso é importante para reconhecer seu valor espiritual e histórico.

A Conferência está aberta às pessoas, cristãs ou não, que desejam fazer ou conhecer o caminho de unidade do Corpo de Cristo, que já é empreendido por tantos cristãos.

A Conferência se sustenta a partir de uma aliança espiritual de sua liderança e daqueles que aderem, baseada em 4 princípios, a saber:

1 – O do respeito à identidade;
2 – O da eclesialidade;
4 – O do não-proselitismo;
5 – O da busca da Unidade como Dom do Espírito.

Estes quatro princípios são fruto da experiencia entre irmãos, vivida no Espírito Santo, para realizar o mandamento do amor ensinado por Jesus. (Jo. 13,35).

O TEMA E SEU DESENVOLVIMENTO:

A II Conferência Somos Um tem como tema: “Chamados a conservar a Unidade do Espírito pelo vínculo da Paz” (Ef. 4, 1-3) 

O tema responde à atual questão proposta para reflexão pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) na Campanha da Fraternidade.

Esta Campanha é celebrada todos os pela Igreja Católica e, neste ano, tem a
parcipação de diversas Igrejas Cristãs. O tema desta Campanha, em 2018, é “Fraternidade e superação da violência”.

Aderir a Jesus Cristo, o Príncipe da Paz, é para os que assumem esta aliança em torno da encontro na Conferencia, uma abertura do espírito à revelação da vontade do Pai para toda pessoa.

Ao mesmo tempo, é a adesão a Jesus Cristo manifestada através do “louvor e a adoração” que estabelecem entre nós a comunhão necessária para colaborar para que se estabeleça, o quanto possível, o Reino de Jesus que é Amor e gera paz, jusça e fraternidade nesta terra, até que Ele volte.

Para isso é necessário converter-se, ver-se com os outros, em diálogo, para ser capaz de ter-se, de fazer juízo da nossas posturas em função de discernir com sabedoria nossas posturas para que sejam geradoras da Cultura do Encontro e não da divisão. 

Aqui está a importância de nos encontrarmos para manifestarmos amor uns pelos outros. Fazendo este exercício e promovendo-o é que seremos capazes de favorecer para que outros irmãos conheçam e façam sua adesão ao Deus de Amor que o Espírito Santo no revela em Jesus Cristo.

A ESTRUTURA DA CONFERÊNCIA:

A Conferência acontece em 4 dias, com um encontro específico para comunhão de líderes, outro para a juventude e a grande conferência aberta a todos.

Quinta-feira
06 de setembro

Encontro para a comunhão de líderes – em um encontro das 08h às 18h. Diversos líderes têm a oportunidade de parlhar da palavra e da refeição, orar e escutar juntos o Senhor e estabelecer laços para favorecer a busca do caminho de unidade. 

Esta também é a oportunidade para buscar a direção de Deus expressa através dos testemunhos e de iniciavas que o Senhor já tem inspirado aos irmãos.

A comunhão de líderes é também a oportunidade de dar suporte espiritual para os que estão precisando.

Sexta-feira
07 de setembro

09h – Ato proféco de consagração do mundo à vontade de Deus no Cristo Redentor, com a liderança Internacional da Conferência, aberto a todos que
desejam parcipar.

14h às 22h – Encontro para a comunhão dos jovens – em um encontro das 14h às 22h. Seguindo o exemplo de Eliseu, muitos jovens têm desejado aderir ao caminho de unidade, mas precisam encontrar-se e receber direção para que aprendam a estabelecer a meta e manter o foco. É importante comunicar-lhes a história do caminho recente da unidade, para que eles, a parr daí, escrevam sua própria história. Assim, podemos ajudá-los a não reper o caminho que muitos já fizeram até então, na medida em que, conhecendo e amando o caminho feito pelos anciãos sigam em frente na direção da meta

Sábado e domingo
Conferência Ecumênica Somos Um

Sábado – 08 de setembro – 08h às 21h30

Domingo – 09 de setembro – 08h às 15h